A importância dos exercícios de mobilidade    - KinesioSport

A importância dos exercícios de mobilidade   

Você provavelmente treina força e resistência cardiorrespiratória, mas alguma vez já parou para pensar na importância dos exercícios de mobilidade? Eles são fundamentais para manter os músculos saudáveis e aumentar o tônus muscular. Além disso, contribuem com a saúde dos nossos ossos, o que diminui a chance de desenvolver a osteoporose, por exemplo.

O que é mobilidade articular? 

“Mobilidade articular é a capacidade que as articulações do corpo têm de se movimentar, dentro da sua amplitude e de seus diferentes planos de movimento. Ela depende tanto da capacidade de movimentação dos ossos que formam as articulações, e da cartilagem que existe entre elas, quanto da flexibilidade dos músculos, que auxiliam no movimento desejado”, explica Elisa Cavalheiro Libardi, fisioterapeuta no Residencial Israelita Albert Einstein, em entrevista ao portal Uol. 

Por isso, trabalhar a mobilidade articular é de extrema importância para melhorar o desempenho nas funções básicas do dia a dia. Os benefícios do treino de mobilidade podem influenciar desde tarefas como varrer a casa ou subir escadas, por exemplo, até os exercícios que você pratica na academia. Isso faz com que o treino de mobilidade se torne um excelente aliado para os pacientes que convivem com a osteoporose. 

Treinos de mobilidade e a Osteoporose

A Osteoporose é uma doença silenciosa que causa o enfraquecimento progressivo e perda da massa óssea. Estima-se que a doença atinja cerca de 10 milhões de brasileiros. E 14% das pessoas que têm osteoporose apresentam fraturas, de acordo com a Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (Abrasso). Para evitá-la, é essencial consultar um médico e fazer exames regularmente para garantir que os ossos estão saudáveis.

Além disso, os treinos de mobilidade possibilitam criar mais resistência, o que ajuda a evitar fraturas. Eles também não geram desgaste ou impacto para as articulações e ossos, o que pode beneficiar quem já tem osteoporose.

Prevenção de lesões 

Depois de um ano e meio treinando em casa, ou mesmo sem treinar, por conta da pandemia, muitas pessoas estão retornando às academias. E, com isso, o corpo precisa de estímulos progressivos, para evitar lesões. Os exercícios de mobilidade, que podem ser acrescentados nos aquecimentos diários, por exemplo, são bastante recomendados. “Essencial é trabalhar flexibilidade, liberação miofascial e mobilidade”, destaca o profissional de Educação Física Tiago Thomaz, em entrevista ao jornal Folha de Vitória. 

A falta de mobilidade articular pode também nos prejudicar nas tarefas do dia a dia, como por exemplo lavar louças, estender roupas e varrer a casa, e não somente no desempenho nas atividades físicas. Além disso, para os pacientes com osteoporose, a prática também ajuda a trabalhar o equilíbrio, a força muscular, a concentração e a coordenação,  propiciando maior qualidade de vida.  

E você, já se sente pronto para incluir exercícios de mobilidade no seu dia a dia?