Conheça os 4 principais sintomas da lesão por esforço repetitivo - KinesioSport

Conheça os 4 principais sintomas da lesão por esforço repetitivo

Os sintomas da Lesão por Esforço Repetitivo (LER) muitas vezes passam despercebidos por anos e costumam surgir lentamente, quando a área afetada se encontra comprometida. A doença ocupacional normalmente está associada à realização contínua de atividades repetitivas, como dirigir veículos, costurar, digitar, tocar instrumentos, praticar esportes, entre outras.

Os seus principais fatores de causa estão relacionados à incompatibilidade física com os movimentos da tarefa, aos tracionamentos dos músculos, ao levantamento em excesso de peso, à postura desalinhada etc, que vão se agravando ao longo do tempo. 

Quer saber mais sobre como esse distúrbio acontece? Nós selecionamos os sintomas mais comuns que a LER apresenta. Confira-os acompanhando este texto!

4 principais sintomas da Lesão por Esforço Repetitivo

A princípio, para ter certeza de que está sofrendo as consequências da LER, é importante consultar um médico. É comum que muitas pessoas confundam problemas ortopédicos com esse tipo de lesão, sem ter feito exames ou buscado por orientação especializada.

Portanto, caso você identifique a presença dos sintomas a seguir, é uma boa hora para procurar um profissional que possa ajudar você no tratamento. Confira!

1. Fraqueza muscular

Se durante o dia ou com a chegada da noite você percebe que os membros que costuma usar frequentemente começam a apresentar dificuldade na sustentação, esse é um sinal de fraqueza muscular, um dos sintomas apresentados pela LER. Experimente dar um tempo de descanso aos seus músculos. Caso a fraqueza persista, procure imediatamente um médico.

2. Rigidez das articulações

É comum que pessoas que têm LER apresentem uma rigidez nas dobras e nas articulações dos membros afetados, principalmente ao acordar. Além disso, a compressão de nervos por conta da falta de movimentação da área pode favorecer a formação do edema (acúmulo de líquido em um canal).

3. Formigamento

O formigamento nas extremidades das regiões afetadas por essa doença também é outro sintoma característico. Isso ocorre, geralmente, no fim do dia ou no meio da noite, pelo excesso de movimento dos dedos, das mãos, dos braços, dos pés, do pescoço etc.

4. Dor nos membros afetados

As pessoas costumam procurar ajuda médica quando esse sintoma começa a surgir. O incômodo, precedente da dor, manifesta-se no momento de saturação dos músculos, dos nervos e dos demais componentes de uma área do corpo.

Tratamento da lesão por esforço repetitivo

O tratamento da LER pode ser feito de várias formas, dependendo do nível crítico da lesão, da região afetada e do tipo de movimento repetitivo. A primeira e principal ação é o afastamento das atividades cotidianas que prejudicam alguma parte do corpo. Depois, pode ser recomendada fisioterapia, medicamentos, acupuntura, ergonomia, órteses, bandagens e, em último caso, a cirurgia.

Desse modo, a melhor forma de evitar esse problema é com a prevenção. Então, respeite os limites do próprio corpo, melhore a postura e deixe o ambiente dessas atividades mais adequado às suas necessidades. Além do mais, saber identificar os sintomas da Lesão por Esforço Repetitivo facilita o início precoce do tratamento e evita possíveis complicações.

E então, gostou do conteúdo? Aproveite e compartilhe em suas redes sociais para que seus amigos também saibam identificar previamente os sintomas da LER.