Cuidados com a pele durante a prática de atividade física - KinesioSport

Cuidados com a pele durante a prática de atividade física

Todos sabemos que os cuidados com a pele, como usar protetor solar, devem ser realizados o ano todo. Mas é nesta época, quando o verão se aproxima, que começamos a nos dar conta de passar o filtro solar, colocar um boné para pedalar, usar óculos para correr e por aí vai.

A dermatologista Renata Roxo, em entrevista ao Canal GNT, falou sobre algumas das consequências ao negligenciarmos os cuidados com a pele. “Roupas inadequadas, uso incorreto de protetor solar, a demora para retirar a roupa, cabelo solto e má ingestão de líquidos são os principais erros que as pessoas cometem antes, durante e depois da atividade física e que podem provocar assaduras, micoses, dermatites, coceira e manchas”, alerta. Confira algumas dicas para cuidar o maior órgão do corpo humano:

Proteção solar

O protetor solar deve ser aplicado independentemente de onde será a sua prática de atividade física. Nada de pensar ‘ah, mas dentro da academia não precisa’. Precisa sim, pois o filtro protege também contra a luzes artificiais, que podem provocar manchas na pele e até o envelhecimento. Se a sua prática exigir uma exposição maior, o ideal é usar equipamentos como viseiras ou bonés, de preferência, com aba longa e proteção UV. Esse é o caso, por exemplo, de quem pratica o ciclismo e a corrida de rua. Além disso, não se esqueça de usar o protetor solar mesmo nos dias nublados! E nada de dizer que a máscara de proteção contra o coronavírus é suficiente: mesmo que o tecido tenha proteção UV, outras áreas do rosto, que continuam expostas, precisam de cuidado!

Roupas adequadas

Quem nunca ficou com assadura depois de uma corrida? Ou teve uma micose nos pés por ficar muito tempo com a meia molhada? “Alguns exemplos de alterações cutâneas relacionadas à prática esportiva são lesões por atrito, como calos e bolhas; lesões decorrentes da exposição solar sem proteção adequada, como queimaduras; e, a longo prazo, o envelhecimento cutâneo e o câncer de pele. Além disso, também podemos citar as assaduras, pelos encravados, micoses nos pés ou na virilha, hematomas e unhas encravadas”, elenca o dermatologista Rodrigo Pirmez.
Por isso, é importante escolher bem o equipamento e o vestuário para a prática esportiva. Opte por roupas de algodão e outros tecidos naturais com ventilação e que não retenham o calor, pois os materiais sintéticos podem a irritar a pele. Além disso, escolha um tênis adequado, que não seja apertado, e num modelo ideal para o seu tipo de pisada. Assim, você evitará unhas encravadas e bolhas, por exemplo.

Deixe a maquiagem para depois

Os dermatologistas alertam que utilizar maquiagem no rosto pode entupir os poros, dificultando a transpiração da pele e favorecendo o aparecimento de espinhas e inflamações. Imagina o estrago durante a prática de atividade física então? “A reação entre os compostos dos cosméticos com o suor produzido durante a atividade física e a exposição à luz solar pode gerar substâncias nocivas à pele, precipitando o aparecimento de alergias, irritações e até mesmo queimaduras”, explica a dermatologista Fernanda Tassara. Mas, caso você optar por malhar maquiada, sempre faça uma boa limpeza e hidratação na pele. O ideal é malhar “de cara lavada” e caprichar na make depois do treino, caso você desejar!

Como falamos, a pele é o maior órgão do nosso corpo, por isso é tão importante prestarmos atenção a ela. Mas é possível, sim, aliar a conquista do nosso condicionamento, ou a perda de uns quilinhos, aos cuidados com a pele durante a atividade física! E você, curtiu as dicas?