Dia da Saúde e Nutrição e o papel da imunidade - KinesioSport

Dia da Saúde e Nutrição e o papel da imunidade

Em 31 de março é celebrado o Dia da Saúde e Nutrição. A data, que faz parte do calendário oficial do Ministério da Saúde, alerta sobre a necessidade de uma boa alimentação. Além disso, reforça a importância de estar atento a imunidade, ainda mais agora, que estamos enfrentando uma pandemia, por conta do Covid-19, o novo coronavírus.

Imunidade é a capacidade defensiva do nosso organismo na eliminação de moléculas infecciosas ou não, e agentes patogênicos capazes de entrarem no organismo através de enxerto, infecção ou reinfecção, e causar enfermidades.

No entanto, algumas pessoas têm acreditado que existem fórmulas milagrosas para aumentar a imunidade, como os “shots”, famosos por serem indicados por influenciadoras digitais. Mas cuidado, é sempre importante consultar uma nutricionista antes de começar a tomar essas indicações. Especialistas na área da saúde e nutrição alertam que uma boa imunidade não é construída da noite para o dia. E sim, com hábitos saudáveis praticados diariamente.

Como ter uma boa alimentação

Como ter uma boa alimentação e consequentemente uma boa imunidade, então? Ou seja, os hábitos devem começar desde o primeiro dia de vida. Sim, é verdade, com o aleitamento materno, que é recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como alimento exclusivo por seis meses e complementado até os dois anos ou mais.

Além disso, deve-se ter uma dieta equilibrada. Isto é, rica em nutrientes, sejam oriundos de folhas, frutas, oleaginosas, entre outros alimentos. Também é muito importante dormir pelo menos oito horas por dia, para o corpo e a mente descansarem bem. E é claro que não poderia faltar aquele que aliado a uma boa alimentação, te deixa mais forte: o exercício físico.

Guia alimentar

Você sabia que o Ministério da Saúde disponibiliza uma Guia Alimentar para a População Brasileira? O documento pode ser baixado clicando aqui.

Nele, estão informações desde a escolha do alimento até dez passos para uma alimentação adequada e saudável, que vamos listar abaixo. Da mesma forma, um dos princípios do Guia é que a alimentação é mais que ingestão de nutrientes. “A alimentação diz respeito à ingestão de nutrientes, como também aos alimentos que contêm e fornecem os nutrientes, a como alimentos são combinados entre si e preparados, a características do modo de comer e às dimensões culturais e sociais das práticas alimentares. Todos esses aspectos influenciam a saúde e o bem-estar”.

10 passos para uma alimentação saudável

1 – Fazer de alimentos in natura ou minimamente processados a base da alimentação;

2 – Utilizar óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades ao temperar e cozinhar alimentos e criar preparações culinárias;

3 – Limitar o consumo de alimentos processados;

4 – Evitar o consumo de alimentos ultraprocessados;

5 – Comer com regularidade e atenção, em ambientes apropriados e, sempre que possível, com companhia;

6 – Fazer compras em locais que ofertem variedades de alimentos in natura ou minimamente processados;

7 – Desenvolver, exercitar e partilhar habilidades culinárias;

8 – Planejar o uso do tempo para dar à alimentação o espaço que ela merece;

9 – Dar preferência, quando fora de casa, a locais que servem refeições feitas na hora;

10 – Ser crítico quanto a informações, orientações e mensagens sobre alimentação veiculadas em propagandas comerciais.

E aí, gostou das dicas? Que tal reavaliar seus hábitos e começar a ter uma vida com boa saúde e nutrição, acima de tudo? Aproveita a quarentena e enquanto isso não passa, já começa a pôr em prática as indicações! Saúde em primeiro lugar!