Dicas da OMS para ter uma vida mais saudável em 2020 - KinesioSport

Dicas da OMS para ter uma vida mais saudável em 2020

Ano novo, metas novas, e muitas pessoas traçam ter uma vida mais saudável no novo ciclo que se inicia. Já ouviu aquela frase: “Você é o que você come”? Provavelmente sim, né? Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) tudo o que ingerimos pode afetar a capacidade do corpo de combater infecções, assim como a probabilidade de desenvolver problemas de saúde mais tarde na vida, tais como obesidade, doenças cardíacas, diabetes e diferentes tipos de câncer.

Consuma alimentos variados

Cada alimento tem uma propriedade e é rico em alguma delas, seja carboidrato, proteínas, fibras e por aí vai. Nossa alimentação deve ser variada e quanto mais colorida, mais nutritiva. Mas não, não é o colorido da carne com o ovo. É o das saladas, grãos e cereais. Confira algumas dicas:

– No almoço, preencha a metade do prato com salada e depois arroz, feijão, bife (animal ou vegetal);

– Prefira grãos integrais, pois eles saciam facilmente e não são tão processados;

– Faça a feira para a semana inteira e defina um dia para organizar sua alimentação.

 

Diminua o sódio

O sódio é um verdadeiro vilão quando consumido em excesso. Algumas pessoas salgam demais a comida, ou consomem muitos alimentos processados, e acabam sofrendo as consequências ao longo da vida, como hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, doenças renais, entre outras.

– Tempere a salada com temperinhos verdes, pois é mais saudável;

– Evite os alimentos industrializados e embutidos;

– Prefira sempre o milho e ervilha frescos, mas se tiver que usar o da latinha ou sachê, lave com água corrente para tirar o excesso de sal.

 

Reduza a ingestão de gorduras

Muitas vezes parece difícil cozinhar sem óleo. Vai fritar um bife, coloca óleo. Vai fazer o arroz, coloca óleo. Mas não é bem assim. O arroz, por exemplo, pode ser feito sem usar essa gordura. É só colocar para cozinhar diretamente com os temperinhos, sem fritá-lo. Na hora de fritar um bife, coloque apenas um fiozinho de óleo e prefira as frigideiras antiaderentes, que não deixam o alimento grudar.

– Evite frituras, elas costumam triplicar o valor energético e a ingestão frequente pode causar danos na saúde, como aumento da pressão arterial;

– Tempere a salada com orégano, manjericão, tahine e evite o azeite. O limão também é uma boa escolha;

 

Controle a ingestão do açúcar

Que tal começar a tomar café sem açúcar? Não adoçar o suco? Diminuir a ingestão de refrigerante? Pequenas atitudes podem contribuir e muito na sua qualidade de vida. O açúcar é outro alimento, que assim como o sal, se consumido em excesso pode ser muito maléfico para a saúde.

– Cuidado para não consumir açúcar com outro nome, como maltitol e xilitol, pois são adoçantes;

– Prefira adoçar com melado e mel, por exemplo;

– Se for usar açúcar, prefira o mascavo ou demerara, que são menos processados que o cristal.

 

Evite o uso de álcool

A ingestão de álcool pode trazer vários efeitos colaterais, como dor de cabeça, náuseas e azia. Além dos efeitos a longo prazo, como a cirrose, por exemplo.

– Se beber, beba com moderação e não dirija.

– Não beba todos os dias, mas se estiver indo para esse caminho tente diminuir para uma vez na semana, a cada 15 dias. Caso contrário, procure ajuda profissional.

 

Gostou das dicas? É sempre bom lembrar que elas não substituem uma dieta prescrita por nutricionista, nem orientação médica. Lembre-se também de manter o equilíbrio: uma fritura de vez em quando, um copo de cerveja uma vez que outra. Não é preciso “cortar” nada da vida para ter uma vida saudável, basta consumir com moderação!