Futebol feminino - prevenção e tratamento de lesões com KinesioSport - KinesioSport

Futebol feminino – prevenção e tratamento de lesões com KinesioSport

As bandagens elásticas adesivas KinesioSport® são conhecidas por auxiliar em diversas modalidades esportivas – desde a prevenção de lesões, alívio de dores, além de ajudar a obter um melhor desempenho. Esse post é o oitavo de uma série apresentada por Paulo Anchite, fisioterapeuta do esporte no Club de Regatas Vasco da Gama e fisioterapeuta intensivista do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes. Estes artigos trazem informações sobre lesões no esporte e como a bandagem elástica pode ajudar na recuperação e prevenção desses problemas.

A história do futebol feminino no Brasil

Hoje falaremos um pouco sobre a história do futebol feminino no Brasil, suas personagens e as lesões mais características.

Contar a história do futebol feminino no Brasil é mais do que lembrar de gols, vitórias e derrotas. É falar sobre resiliência, descaso e barreiras quebradas. É lembrar períodos de proibição, preconceito e amadorismo.

As primeiras referências de partidas de futebol disputadas por mulheres surgiram nos anos 20 de uma forma muito tímida, no RJ , SP e RN. Uma das primeiras menções do uso das palavras “futebol feminino” foi feita por um circo como uma de suas atrações principais na época.

Em 1940 foi o ano onde começou a ter jogos em estádios de futebol propriamente ditos, neste caso no Pacaembu. Em vez de estimular o esporte, a reação foi justamente o contrário. Tratava-se de uma sociedade machista e despreparada, que viu com desprezo a prática esportiva. Tanto que em 1941 ocorreu a proibição através de um processo de regulamentação do esporte no Brasil. O texto trazia de formas gerais que “as mulheres não deveriam praticar esportes que não fossem adequados a sua natureza” .

Só em 1979 foi revogada a lei que proibia as mulheres de jogarem futebol. Mas o fim da proibição não muda o panorama do esporte – onde não se tem estímulos de clubes e nem de federações. Apenas em 1983  a modalidade foi regulamentada. Com isso, foi permitido que se pudesse competir criar calendários, utilizar estádios e ensinar nas escolas.

Clubes como o Radar e Saad surgem como pioneiros no profissionalismo do esporte.

Os títulos brasileiros no futebol feminino

Nos tempos modernos, em 1991, ocorreu a primeira Copa do Mundo de futebol feminino e em 1996 a primeira participação do esporte e uma olimpíadas (Atlanta).

Apesar do baixo investimento obtivemos resultados expressivos:

Duas medalhas olímpicas , bronze nos EUA e prata na Grécia.

Vice campeão mundial em 2007 na China.

Três medalhas de ouro nos Panamericanos de Santo Domingos (2003)

Rio de janeiro ( 2007)

E 2015 no Canadá.

Nessa trajetória se destaca Martha sendo 6 vezes eleita a melhor jogadora do mundo e que despontou no clube de regatas Vasco da Gama como seu primeiro clube profissional.

Lesões no futebol feminino

Em relação às lesões existem muitas causas. Por exemplo, os campos ruins, a falta de um condicionamento físico ideal, alimentação adequada e uma mentalidade profissional. Tudo isso colabora muito para que as atletas tenham inúmeras entorses de tornozelo e joelho, lesões musculares, principalmente panturrilha e coxa, e problemas posturais como lombalgias crônicas.

Após a utilização de bandagens KinesioSport durante os jogos e treinamentos, as incidências diminuíram bastante. Porém os campos de jogos e as logísticas tem que melhorar bastante para ajudar nossas atletas.

O clube de regatas Vasco da Gama se orgulha bastante de ser um dos pioneiros no futebol feminino do Brasil.

Acompanhe mais dicas de saúde e bem-estar no nosso Instagram.

Clique aqui para conferir outros artigos do Blog KinesioSport.

Em caso de suspeita de lesões, procure ajuda médica.